Ayrton Senna: Um Phenom Atlético como Fenômeno Cultural

ayrton senna

“Senna” by StuSeeger is licensed under CC BY 2.0

en flag
fr-CA flag
zh flag
fi flag
fr flag
de flag
hu flag
it flag
ja flag
pt flag
ru flag

O homem por trás do famoso sorriso, Ayrton Senna, era um ser humano complexo e cultivado, ainda lembrado por seu espírito humilde e generoso. E também como um dos melhores pilotos de Fórmula 1 de todos os tempos, tendo conquistado três Campeonatos Mundiais de Pilotos (1988, 1990, 1991), mais do que qualquer outro piloto brasileiro.

Mas mais do que tudo, durante suas corridas, Ayrton era um showman — ele queria vencer, e ele queria que as pessoas o vissem vencer. Ele trouxe arte para o esporte e tornou mais interessante para o público com sua personalidade envolvente. E ele era um excelente embaixador da Fórmula 1 longe da pista.

Brilliance de Senna

De certa forma, é relativamente fácil explicar o brilho de Ayrton Senna. Em sua tragicamente curta carreira, ele ganhou o Campeonato de Piloto de Fórmula 1 três vezes. Uma façanha que é algo que muitos motoristas só podem sonhar em fazer. Mas tal grandeza não é brilho.

Senna é significativo como atleta artista porque é um símbolo de excelência em todas as áreas da sua vida. Ele era um campeão não só na pista, mas também em sua vida pessoal. Ele é lembrado por sua humildade, paixão, lealdade, determinação e amor a Deus.

O sucesso de Senna na Fórmula 1 foi reduzido a uma combinação de habilidade inata e unidade. Ele tinha um talento incrível para se reinventar quando importava, para ficar à frente do jogo. Mesmo quando criança, ele estava correndo go-karts antes de ter 16 anos.

Ver este post no Instagram Uma publicação compartilhada por Ayrton Senna (@oficialayrtonsenna)

Ele era um mestre na leitura de uma situação, sabendo quando aplicar pressão e quando aliviar. E quando ele aplicou pressão, Senna fez isso com efeito devastador.

Ele tinha uma combinação única de ousadia agressiva e finesse sutil. A precisão e a técnica de Senna eram tão espetaculares; seus reflexos pareciam quase desumanos. Ele era um homem capaz de fazer uma dança McLaren com um toque de pé. E Senna tinha uma habilidade preternatural de ler uma corrida, de ver toda a imagem à distância.

Rivalidades trazer para fora o melhor e pior em atletas.

Senna e Prost eram ambos grandes pilotos, mas eram muito diferentes um do outro. Prost era mais técnico, enquanto Senna era mais artista. Prost foi técnico e meticuloso; Senna mais instintivo e reativo.

E de repente percebi que não estava mais dirigindo o carro conscientemente. Eu estava dirigindo por uma espécie de instinto, só que eu estava em uma dimensão diferente.Ayrton Senna

Não foi apenas uma coisa que causou atrito entre eles. Era uma combinação de coisas, incluindo o desejo de Senna para ser o melhor, a competitividade natural de Prost, e o fato de estarem em competição feroz entre si em todas as corridas.

Prost tinha sido o campeão por quatro anos seguidos antes de Senna se juntar à McLaren. Quando ele chegou, foi como se ele tivesse vindo com uma missão para derrubar Prost.

Deixando Lotus para trás

Para a temporada de 1988, a Lotus desenvolveu o motor turbo Ford V6, que lhes deu o poder de competir por vitórias e títulos. O Lotus 99T estava previsto para ser o melhor chassi do ano, e as expectativas eram que Senna iria entregar pelo menos um título. No entanto, Prost conseguiu o melhor dele, pois os carros movidos pela Renault eram muito rápidos nas retas.

E Ayrton não procurou renovar seu contrato de expiração com a Lotus no final da temporada. Ele poderia ter assinado um novo acordo com Lotus, mas McLaren tinha oferecido mais dinheiro e uma melhor chance de ganhar. Sem mencionar que um determinado motor Honda também era uma parte do acordo.

Influência de Senna na Fórmula Um e Além

Então, a morte súbita de Senna no Grande Prêmio de San Marino em 1994, aos 34 anos, atordoou o mundo das corridas de automóveis. Mas isso devastou o Brasil.

Quando sua carreira começou a decolar, Senna permaneceu humilde. Ele nunca esqueceu suas raízes, e ele se importava com seu povo acima de tudo. Seu talento e compromisso eram um farol de luz quando o Brasil estava sofrendo de grande pobreza e agitação.

Apesar de ter crescido em circunstâncias um tanto privilegiadas, Ayrton Senna reconheceu as dificuldades que muitos de seus compatriotas enfrentaram. Ele estava mais preocupado com as crianças e seu futuro. Sua família adotou a paixão de Ayrton e, após sua morte, estabeleceu o Instituto Ayrton Senna, que ajudou a educar mais de 12 milhões de crianças brasileiras com fundos de sua propriedade.

Hoje, muitos pilotos ainda consideram Ayrton Senna seu piloto favorito, com Michael Schumacher ainda segurando Senna como seu modelo uma geração mais tarde. E quando Schumacher soube que tinha amarrado Senna em vitórias de corrida, ele foi superado com emoção, uma raridade para o alemão tipicamente estóico.

Embora seja verdade que ele ainda estava no auge de sua carreira no momento da sua morte, não há dúvida de que seu legado é um dos maiores pilotos de sempre. Ele estabeleceu o padrão para a segurança do motorista na Fórmula 1 e foi uma figura chave em sua evolução para o esporte que conhecemos hoje.

Leave a Reply
Previous Post
proprioception

A Kinesthetic Sense of Proprioception

Next Post
bonking

Why Bonking Feels like “Hitting the Wall”

Related Posts
Total
35
Share